Tratamento de águas residuais

na indústria madeireira

Tratamento de águas residuais

Uma vez que a competição por recursos hídricos tende a aumentar significativamente nas próximas décadas e, por isso, os esforços para usar água doce com moderação estão aumentando, o tratamento de águas residuais está se tornando cada vez mais importante na indústria madeireira. Por isso as estações de tratamento de águas residuais da SCHRADER são, dos pontos de vista ecológico e econômico, a solução ideal para os regulamentos cada vez mais rígidos em todo o mundo (por exemplo, a Diretiva da Água da União Europeia): Elas funcionam sem resíduos, uma vez que os resíduos de uma etapa do processo são usados para outra etapa do processo, mesmo que cada processo ocorra em um local ou momento diferente dos outros processos.

Pré-limpeza mecânica

Na pré-limpeza mecânica, a água residual é separada dos componentes sólidos para proteger o sistema de evaporação de entupimentos, depósitos e abrasão.

A pré-limpeza mecânica consiste em duas etapas consecutivas de limpeza: a peneira curva para os sólidos grossos e a centrífuga decantadora para os sólidos finos. A água da madeira passa pela peneira curva com outras águas residuais da produção para separação das partículas > 3 mm e envio dessas partículas para o depósito de material sólido. Os sólidos podem ser opcionalmente prensados em um separador FAN. A água residual filtrada é coletada em um tanque e bombeada de lá para o decantador para separar os sólidos mais finos > 1 mm usando força centrífuga. Os sólidos separados aqui também são encaminhados para o depósito de material sólido, de onde todos os resíduos do filtro chegam ao sistema de energia para uso térmico e são incinerados sem deixar resíduos. A água residual pré-tratada é coletada no tanque e preparada para evaporação.

Pré-limpeza mecânica: Separação dos componentes de madeira na água > 1 mm

  • Remoção de partículas > 3 mm da água residual do processo usando uma peneira curva
  • Separação fina de matéria turva > 1 mm usando uma centrífuga decantadora
  • Fornecimento de água residual tratada para evaporação
  • Fornecimento de sólidos para incineração

Evaporação

A água residual contaminada com substâncias orgânicas vai do tanque para o evaporador de película descendente, que é dividido em dois compartimentos. Aqui, as substâncias orgânicas restantes são concentradas de 1%-2% em peso a aproximadamente 10% em peso e alimentadas ao concentrador final. Durante todo o tratamento de águas residuais, o evaporador de película descendente é aquecido por seus vapores e pelo vapor produzido no concentrador final, que são levados a um nível de energia mais alto no compressor de vapor. Para usar esse modo de operação energeticamente otimizado, é necessária a operação contínua do sistema, uma vez que cada inicialização deve ser realizada com o fornecimento de vapor de processo.  

No concentrador final, que consiste em um evaporador de circulação forçada com um trocador de calor de tubo redondo ou plano, é alcançada a concentração desejada de substâncias orgânicas de 20%-30% em peso. Esse concentrado final também é alimentado ao sistema de energia para uso térmico.

O condensado resultante do evaporador de película descendente é reaproveitado na geração de vapor de processo. Isso garante um tratamento sem resíduos das águas residuais da produção.

Evaporação: Evaporação da água para gerar condensado como material de entrada para geração de vapor de processo

  • Concentra águas residuais em 10% de matéria seca sem concentrador final ou 30% de matéria seca com concentrador final
  • Uso do vapor como meio de aquecimento por compressão mecânica de vapor
  • Fornecimento de concentrado para incineração

Geração de vapor de processo

Para gerar o vapor de processo é usado um gerador de vapor que funciona conforme o princípio da circulação natural e é aquecido com óleo térmico ou vapor vivo. O gerador de vapor consiste em um separador de vapor e um trocador de calor de tubo redondo disposto verticalmente.

O condensado coletado do sistema de evaporação é usado como água de alimentação; água doce é adicionada se houver demanda adicional. Quase todo o vapor de processo é fornecido para o sistema de produção de materiais à base de madeira e uma pequena parte é usada para aquecer o pré-concentrador e o concentrador final do sistema de evaporação.

Geração de vapor de processo: Geração de vapor de processo para recirculação no processo

  • Geração de vapor de processo a partir do condensado de vapor do sistema de evaporação, se necessário, é adicionada água de alimentação da caldeira.
  • Fornecimento do vapor de processo para evaporação e na produção de placas

Contato

Estamos disponíveis por telefone, e-mail e com uma rede global de engenheiros experientes em todo o mundo. Entre em contato conosco.

To be able to send the form, Google reCAPTCHA must be loaded.

load Google reCAPTCHA